Pessoas aguardam para entrar no “Circular” – década de 80

Ônibus cheios, sem conforto, passagens caras, ônibus atrasados e com horários espaçados sempre foram a rotina dos moradores usuários do transporte coletivo na cidade.

Novas rotas e linhas foram criadas, houve expansão do atendimento em relação aos novos bairros e ocupações que foram surgindo, mas a qualidade nunca deixou de ser a mesma: péssima. Os reajustes de passagem também sempre foram totalmente desproporcional aos serviços ofertados. A passagem em 1994, quando criaram o plano real, era de algo próximo de 30 centavos.

Sempre sentimos que os usuários dessa modalidade de transporte sempre foram vistos como cidadãos de segunda classe, seguindo a máxima: “para quem é, está bom”.

“Circular” na atualidade:

Linhas de ônibus de Contagem são alteradas

Fonte: Diário de Contagem

Data: 2013

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *